Que nosso Natal seja repleto de Paz e Luz e que o Ano de 2015 seja muito Abençoado!

Que nosso Natal seja repleto de Paz e Luz e que o Ano de 2015 seja muito Abençoado!

18 de janeiro de 2010

O SACRAMENTO DA CRISMA

Crisma ou Confirmação: Na nossa vida física na família, vamos crescendo fisicamente nos tornamos adolescentes e adultos. Na Igreja temos o Sacramento da Crisma que é a celebração da presença do Espírito Santo, que nos ajuda a viver como cristãos conscientes e atuantes.
É o sacramento da maturidade cristã. Para o batismo fomos levados ao colo, para a Eucaristia, muitas vezes, somos conduzidos por nossos pais. Mas no Crisma deve ser diferente: o jovem procura a Igreja e, numa decisão própria afirma: “Eu quero ser crismado, estou apto a assumir a responsabilidade cristã”. Daí que a nossa Arquidiocese só admite o fiel para crismar após aos 15 anos. É ministrado naquela pessoa que quer realmente assumir o seu amor por JESUS Cristo e sua obra.
Crisma é o sacramento que, conferindo os dons do Espírito Santo em plenitude, inaugurado no batismo, põe o fiel no caminho da perfeição cristã e assim o faz passar da infância para a idade adulta, pois é o Sacramento da maturidade Cristã.
Podemos então dizer que a Crisma é o Sacramento da Confirmação do Batismo. É o Sacramento da Juventude. É o Sacramento por excelência do Espírito Santo.
Ao sairmos da cerimônia da Crisma, como soldados de Cristo, temos nossos corações dilatados, abertos para muitas novas graças, capazes de amar a DEUS com muito mais forças. É a ação do Divino Espírito Santo que realiza isso em nós.
Devemos estar atentos em deixá-Lo agir em nós, pois Ele vai nos guiar pelos difíceis caminhos da vida, vai nos encher o coração com muitas alegrias espirituais, com o gosto pela oração, com as forças para vencer as tentações. Só assim poderemos estar cada dia mais próximos do Coração de Nosso Senhor, para servi-Lo e amá-Lo para sempre.
Ser crismado é ser confirmado no Batismo. Ser crismado é ser construtor do Reino de DEUS. No Sacramento da Crisma o Espírito Santo desce sobre nós como desceu no Dia de Pentecostes sobre os Apóstolos e Maria Santíssima.
A Igreja nos garante que o Sacramento da Crisma nos concede: “O Espírito Santo”. Olhando para a Bíblia, descobrimos que o Espírito Santo tem duas funções:
1º) O de dar a vida através do Batismo.
2º) E o de levar a vida até sua perfeição (santidade) = Crisma.
A confirmação nos dá, pois, o Espírito Santo para levarmos até a perfeição o que recebemos no Batismo. Chegar à perfeição segundo a vontade do Pai.
Talvez possamos dizer que o Batismo constitui mais o aspecto estático ao passo que a Crisma expressa mais os aspectos dinâmicos, evolutivos da vida cristã. Uma coisa é ser cristão simplesmente, outra é chegar a plenitude de santidade. Evoluir, é tomar novo impulso, crescer constantemente na vida iniciada no Batismo.
Não podemos permanecer semente; é preciso que a semente germine, cresça e dê frutos em abundância. (At 8, 14 - 19 – At 2, 1-47)
A palavra crisma também quer dizer unção, ungido. A unção do óleo e a imposição das mãos têm o significado de envio missionário.
Pelo Sacramento da Crisma nos tornamos verdadeiros soldados de Cristo.

Matéria e Forma
A matéria do Sacramento da Crisma é o Santo Crisma, o óleo da oliveira (azeite), misturado com um bálsamo perfumado e abençoado solenemente pelo Bispo na Quinta-feira Santa. Essa matéria é usada pelo Bispo na cerimônia da Crisma.

Três coisas são necessárias na administração da Crisma:
 A imposição das mãos sobre a cabeça do crismando;
 A unção com o óleo do Crisma na fronte do crismando;
 As palavras que o Bispo diz: Dora,(o nome) recebe por este sinal os Dons do Espírito Santo, ao que o crismando responde: Amém.

Normalmente é o Bispo que ministra o sacramento da Crisma, porém ele pode delegar esse poder a um sacerdote em sua ausência.
Após realizar este gesto, o Bispo dá um leve tapa no rosto da pessoa, para significar que ela é soldado de Cristo, tendo o dever de suportar pacientemente, em nome de JESUS toda sorte de sofrimentos e de injúrias, defender a Fé quando atacada e conhecer a doutrina.

Frutos do Sacramento da Crisma
 Enraíza-nos mais profundamente na filiação divina, que faz dizer “Abba, Pai” Rom8,15;
 Une-nos mais solidamente a Cristo;
 Aumenta em nó os dons do Espírito Santo;
 Torna mais perfeita nossa vinculação com a Igreja;
 Dá-nos uma força especial do Espírito Santo para difundir e defender a fé pela palavra e pela ação, como verdadeiras testemunhas de Cristo, para conversar com valentia o nome de Cristo e para nunca sentir vergonha em ralação à cruz.

A Crisma não é absolutamente necessária para a salvação (uma pessoa não crismada pode ir para o Céu), mas é muito importante receber a Crisma desde cedo: só com a Crisma teremos no Céu a proximidade de DEUS e a intensidade de amor que Ele quer nos dar. Além disso, só com a Crisma teremos todas as forças necessárias para vencer as tentações e caminharmos firmemente no caminho da perfeição. De modo que seria grave negligência dos pais se não preparassem seus filhos para receber este Sacramento da perfeição cristã.
Ministro da Crisma: O bispo ou o Padre (Sacerdote) com autorização do bispo.
Padrinhos e compromissos dos pais e padrinhos: São as mesmas condições exigidas para o batismo.

O que é o Sacramento da Crisma?

Nascidos para a vida da graça pelo Batismo, é pelo Sacramento da Crisma que recebemos a maturidade da vida espiritual. Ou seja, somos fortalecidos pelo Divino Espírito Santo, que nos torna capazes de defender a nossa Fé, de vencer as tentações, de procurarmos a santidade com todas as forças da alma.Pelo Batismo nós nascemos, pela Crisma nós crescemos na vida da graça.
Pelo Batismo nós nascemos, pela Crisma nós crescemos na vida da graça.

Instituição da Crisma
Como sabemos que Jesus Cristo instituiu este Sacramento, se não aparece este fato no Evangelho?
Sabemos que verdadeiramente Jesus Cristo instituiu o Sacramento da Crisma porque os Apóstolos administraram este Sacramento, como aparece nos Atos dos Apóstolos (Atos, 8, 14) e porque a Igreja sempre ensinou esta verdade. Vejam o que já ensinava S. Cripriano, Bispo martirizado no ano 258: “Os batizados serão conduzidos aos Bispos, a fim de, por sua oração e imposição das mãos, receberem o Espírito Santo, e pelo selo do Senhor, serem perfeitos.”

Quais são as graças que recebemos pelo Sacramento da Crisma?
Aumento da graça santificante.
Recebemos de modo novo e especial o Divino Espírito Santo, com seus sete dons sagrados.
Imprime o caráter de Soldados de Cristo.

A crisma, como o Batismo e a Ordem, imprime caráter, ou seja, marca de modo indelével nossa alma, de modo que nunca mais perdemos a marca de crismados. Por essa razão não podemos receber a Crisma mais de uma vez, como também o Batismo e a Ordem.


Quais são os sete dons do Espírito Santo que recebemos de modo especial na Crisma?
São eles:
1 – Temor de Deus
2 – Piedade
3 – Fortaleza
4 – Conselho
5 – Ciência
6 – Inteligência
7 – Sabedoria


Mais tarde, no estudo das Virtudes, vamos estudar cada um deles em particular. Por enquanto basta sabermos seus nomes.

Por que existem padrinhos para a Crisma?
Porque, como no caso do Batismo, é bom termos pais espirituais que nos apresentem à Igreja nesta ocasião tão importante, nos aconselhem nas lutas da vida, e rezem por nós. Por isso os padrinhos da Crisma devem ser bons católicos, terem sido crismados, tendo já idade suficiente para aconselhar seus afilhados.

Para terminar, devemos considerar que a Crisma é o Sacramento que aumenta o Amor de Deus em nosso corações. Aos sairmos da cerimônia da Crisma, como soldados de Cristo, temos nossos corações dilatados, abertos para muitas novas graças, capazes de amar a Deus com muito mais forças. É a ação do Divino Espírito Santo que realiza isso em nós.
Devemos estar atentos em deixá-Lo agir em nós, pois Ele vai nos guiar pelos difíceis caminhos da vida, vai nos encher o coração com muitas alegrias espirituais, com o gosto pela oração, com as forças para vencer as tentações. Só assim poderemos estar cada dia mais próximos do Coração de Nosso Senhor, para servi-Lo e amá-Lo para sempre.